quinta-feira, 14 de abril de 2011

AI, o RISO ....


A como é engraçada esta vida não é mesmo ? Achar graça em qualquer coisa é realmente engraçado! Redundante? Talvez, prefiro dizer lógico. Afinal de contas de onde vem a graça, o que nos desperta a graça, porque achamos graça? São respostas difíceis, por que este estado nos desperta o riso, o nosso amigo e inimigo RISO. E dar risada é tão bom, nos faz tão bem; parece uma força incontrolável que vem la de dentro e faz com que seu estômago "revire" e muitas vezes seus olhos soltem lágrimas, concorda que rir não é engraçado ? E o que falar das crises, aquelas que fazem você muitas vezes ser indelicado, indiscreto ou apontado como palhaço ; ai as crises, essas são sempre as melhores expressões do riso !
Tenho a certeza que todos deveriam vestir o espírito engraçado e deixar que baixe nele o santo do riso, porque este, faz muito bem caro leitor . O ideal seria mesmo se todos tivessem acesso ao humor de qualidade que temos nos teatros do Brasil, são realmente ótimos, e trariam um lazer engraçado a vida das pessoas. Todavia o melhor é saber que todos nós com ou sem um teatro conseguimos desenvolver um lazer engraçado, um momento engraçado, ora, o riso está dentro de nós ; SOLTE-O .

Dedico o post de hoje ao meu amigo Lucas Tadeu , o causador dos meus melhores risos durante esta semana !

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Sobre a Líbia !






Já faz mais de um mês que o nome do ditador Muammar Kadhafi, ganhou destaque nos jornais e revistas do mundo inteiro, por conta de sua resistência no governo da Líbia, o ditador está no poder a42 ano sem dar chance nenhuma a democracia neste país. Inspirados na revolta do Egito que conseguiu derrubar o governo, a Líbia e os países vizinhos querem mudança igual ao espetáculo de democracia visto pelo mundo na praça de Cairo em Fevereiro deste ano. Os manifestantes líbios estão tentando, estão lutando, mas o ditador ainda não se entregou . Vários foram os momentos em que milhares de pessoas se reuniram afim de pedir a renuncia de Kadhafi, todavia nem sei mais no que acreditar, volta e meia sai uma noticia de que o ditador irá renunciar, mas infelizmente não passa de um engano. A ONU autorizou investidas na Líbia, e em menos de 24h desta autorização, o país convive com bombardeios e já contabiliza centenas de mortes .
Os aliados de Kadhafi estão deixando seus cargos e abandonando o país, mas o ditador insiste em continuar, divulga alguns vídeos com a "cara de que nada está acontecendo" e outros com tom de ameaça e sarcasmo. Não sei se a democracia vencerá esta guerra, afinal foi preciso a situação da Líbia "ganhar" as manchetes para ser feito alguma coisa, porque até então todos sabiam da situação do país, sabiam que Kadhafi era um ditador que cometia crimes contra seus opositores e mesmo assim nada foi feito, a Sra. ONU não interferiu .
Por isso, me assustei com a pequena nota do jornal de hoje, afinal a mídia já está se esquecendo da Líbia, de Kadhafi, dos inocentes mortos, do espetáculo de democracia que eles nos proporcionaram em praça pública. Como tudo, esta chamada "guerra' está passando para nós e infelizmente será contínua para os líbios. O pior da situação é que enquanto isso, inocentes vão morrendo e mais um ditador esta permanecendo no poder !

*FOTO: "Dia da vitória" no Egito . Cidadãos comemorando a DEMOCRACIA .

sábado, 19 de março de 2011

Que tal um TAPA no visual ?








É tão legal falar de mudança, acho que todos nós sempre queremos mudar . Queremos mudar a TV de lugar, o sofá para o outro lado, a cor das cortinas, o namorado, a casa , o curso, a cor do esmalte, o computador , a religião, os amigos, o humor, enfim estamos sempre atrás de mudanças...
Contudo é estranho dizer que só pensamos e não agimos não é mesmo? O pensamento na verdade é como os sonhos, acabam na maioria das vezes ficando só na imaginação, não o colocamos em prática, não ousamos, temos medo na verdade da mudança; somos acomodados com a vida que temos, com o namorado, com o curso e com a cor do esmalte, não temos coragem de apostar num sonho que pode ser visto como insano ou profano; não temos coragem de chocar a sociedade; não, nós simplismente não somos quem queremos ser .
Como cantara Nando Reis, "eu não caibo mas nas roupas que eu cabia"; engraçado mas a cada ano que passa acumulamos roupas que não nos servem mais, e o pior, não temos coragem ao menos para nos dizfarmos delas, somos seres apegados, não conseguimos trabalhar o desapego nunca, não deixamos as coisas irem e por consequencia coisas novas não chegam não é mesmo? Ora, vivemos reclamando que nada de novo acontece, que a vida está sempre na mesma, mas será que a culpa não é nossa, que não deixamos outras pessoas e atividades entrarem em nosso caminho?
Vamos combinar que roupas velhas são um saco; além de ocupar um falso espaço em nossos guarda roupas, contaminam nosso humor , que por mais satisfeito que esteja com uma roupa nova, nunca estarápor completo pois ao abrir a gaveta só enxergará as roupas velhas.
Portanto, mudemos de roupa, façamos uma limpeza em nossos gurda roupas, tomemos postura para vestir roupas do nosso tamanho. Abandonemos as roupas que nos apertam ou que estam largas demais, optemos por amores , cursos, personalidade e amigos de nosso tamanho; afinal, sair com roupa apertada incomoda e aperta, e roupas largas nos deixam vazios e sem expressão !

Mude já seu guarda roupa !

sexta-feira, 11 de março de 2011

Estranho mesmo né ?






Parece estranho
Sinto o mundo girando ao contrário
Foi o amor que fugiu da sua casa
E tudo se perdeu no tempo

É triste e real
Eu vejo gente se enfrentando
Por um prato de comida
Água é saliva
Êxtase é alívio, traz o fim dos dias
E enquanto muitos dormem, outros se contorcem
É o frio que segue o rumo e com ele a sua sorte

Você não viu?
Quantas vezes já te alertaram
Que a Terra vai sair de cartaz
E com ela todos que atuaram?
E nada muda, é sempre tão igual
A vida segue a sina

Mães enterram filhos, filhos perdem amigos
Amigos matam primos
Jogam os corpos nas margens dos rios contaminados
Por gigantes barcos
Aquilo no retrato é sangue ou óleo negro?

Rosa de Saron - Mais que um belo Poema

Estranho mesmo né ?

quinta-feira, 3 de março de 2011

Back to Black





Voltar ao luto ! É feio escrever isso e mais feio ainda é pronunciar , parece que trás trsiteza, trás dor, trás o próprio luto . Quem é capaz de viver sempre no luto, quem é capaz de encarar a a vida como um verdadeiro luto ?
Não sei se é o clima da alegria brasileira com o carnaval, ou o meu estado de espírito, mas hoje acordei com a certeza de que somos responsáveis por nós mesmos e nossa vida, se caio, se como , se mudo, se danço, sou eu quem decido, sou eu quem escolho, sou eu também que opto por uma vida no luto ou uma vida na vida ! Ora, se me deram a chance de nascer, a dádiva de estar vivendo o hoje, é um absurdo estragar tudo isso por uma escolha pessoal de viver no luto . Deixemos o luto para as horas inevitáveis da morte, da dor, elas sim merecem nosso luto, e talvez o mereçam de modo passageiro, pois depois da morte vem a vida, e sendo vida, devemos celebrar, sempre .
Levantemos do sofá, levantemos da cama e da cadeira em que está perdendo tempo no Pc, vamos a vida, vamos ao hoje, vamos viver , não há coisa melhor, não há jeito melhor de conservar a saúde, o dinheiro e a paz de espirito. Procuremos Deus sempre que lembrarmos, e que não demoremos muito para lembrar dele, pois ele nos que vivos, ele quer saiamos do luto . Reconcilia-se com quem te fez ou mal, ou a quem você o causou, você ficará mais leve . Aproveite esse dia e corra atrás de seus medos, mate-os; se não for possivel, esquece-os pelo menos por hoje .
Pessoas morrem, pessoas nascem e com todo este movimento o que é melhor na estrada da vida? Reclamamos de probelmas gigantescos , e que com o passar dos anos percemos que este problema tinha um proposito em nossa vida, descobrimos que o problema era bobo e tão fútil perto do luto que algumas pessoas vivem por causa de verdaeiros problemas, por isso chega, basta :

Vamos, não voltemos ao luto, não usemos esta palavra ! Voltemos a vida, voltemos a VIVER !

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Você perdeu a sua vida meu irmão !



Ouvindo legião, Faroeste caboclo, peguei-me pesnsando durante todo o dia sobre esta frase que intitula o post: " você perdeu sua vida meu irmão". Intrigada, me perguntei o porque da perda; afinal perdemos todos os dias; perdemos pessoas, perdemos amores, perdemos momentos, perdemos palavras, perdemos dias de sol e dias de chuva; estamos sempre perdendo . Parece-me pessimismo, talvez o seja, mas também pode ser real, também pode ser verdade.
 Seria o pessimismo um antecessor do otimismo ? Até que não seria mal ter ao lado da perca, o sentimento de volta, o verbo ganhar , pois da mesma forma com que perdemos pessoas, horas, dias, momentos , estamos a todo instante ganhando pessoas, amores, horas, dias e momentos.
Queria mesmo era saber enxergar tudo o que ganhamos todos os dias, assim sendo seria mais fácil administrar o meu ser, administrar o que sinto,  afinal em dias difíceis não seria nada mal ter ao lado do pessimismo, o OTIMISMO, o nosso velho e bom otimismo, que nos dá de volta a ância de ganhar e o entendimento para perder !

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Enquanto isso, eu vou levando ...






Se na vida sempre há um lado positivo numa situação negativa, e um lado negativo numa situação positiva, porque a existência de um Brasil que não anda, que não desenvolve ? Porque a existência de crianças fora das escolas, no tráfico e nas vias públicas tentando ganhar seu sustento? Porque os pais destas crianças não conseguem emprego ? Porque seus irmãos roubam e seus primos se matam?
Será possível ver uma lado positivo em todas essas situações ? Será possível, conseguir enxergar pelo menos uma peculiaridade boa nisso tudo ?
Diante de tantos roubos, sejam eles materias ou meramente roubos de vida, furtos de alegrias, de amor , furtos de braços de pernas, ou mesmo os furtos de carteiras, será, eu me pergunto , será, que ainda há um lado positivo nisso?
Acho que não encontrarei a resposta, acho que só passando por uma violência, um furto, saberei se esta terá um lado produtivo em minha vida.

Enquanto isso, eu vou levando ....